domingo, 28 de abril de 2019

Para que serve a orelha da capa de um livro?

Para que serve a orelha da capa de um livro? Parece uma pergunta tola, mas a verdade é que muita gente acredita que a orelha da capa de um livro serve de marcador. Mas então para que é que serve a orelha da capa do livro?
Ela serve para colocar as informações sobre o autor do livro, informações sobre outros livros do autor, um breve resumo da obra. Coisas que podem aguçar a curiosidade do leitor e até mesmo influenciar na compra do livro.

Mas por que não posso usar a orelha como marcador? Veja a imagem abaixo:


Porque isso vai estragar o livro, vai danificar a lombada e deixar o livro todo deformado. Se você é uma pessoa que realmente ama seus livros certamente não fará uma coisa dessas. Eu mesmo fico com o coração partido quando vejo alguém fazendo isso com um livro. Para isso que existem os marcadores.

Mas como eu posso conseguir marcadores se quando compro os livros eles não vem juntos?
Quando você compra livros diretamente na livraria, basta você pedir marcadores caso eles não entreguem sem pedir. Se você costuma ler livros de autores independentes, também é possível ganhar marcadores. Basta entrar em contato com o autor(a) e pedir. Tenho certeza que muitos ficaram muito felizes em enviar marcadores como forma de divulgar o trabalho deles.

Eu mesmo envio marcadores para todos que me pedem, basta dizer que leu algum de meus livros.

Resenha - Beijinho no ombro

Resenha por: Sérgio Fragoso

Título: Beijinho no ombro
Autor(a): Liliana Mathias
Gênero: Romance
Páginas: 142
Ano:2018
Compre: Amazon
Adicione: Skoob
Nota: 📕📕📕📕📕

Sinopse:
Linna Blaschel era a menina mais azarada da turma 804 do colégio Fênix, o qual ela apelidava carinhosamente de prisão.
Órfã de pai, filha de mãe solteira e zero de autoestima, Linna vivia escondendo-se pelos cantos, a fim de fugir do bullying dos colegas e das armadilhas do destino.
Seus limitados momentos de alegria? À noite, quando Linna refugiava-se nos livros e mergulhava em seus sonhos. Mas o que será ela sonhava que a deixava assim, tão feliz? E que segredos ela escondia no baú, embaixo do assoalho de seu humilde lar? Mas o garoto da livraria não era mais mistério para ninguém; Linna estava mesmo apaixonada. Enrico, além de ser o novo menino mais bonito do colégio, já tinha dono: Mirela Muller; a garota mais chata, mais metida, mais esnobe e mais linda do pedaço.
E agora Linna Blaschel? Vai encarar essa e mandar um beijinho no ombro para essa patricinha? Ou vai continuar correndo da sua própria vida? 

O livro
Linna nunca conheceu o pai, é filha de mãe solteira e isso em parte é responsável pela sua baixa autoestima. Não bastasse isso a moça ainda sofre bullying de seus colegas na escola, ela não é feliz e se pudesse nunca mais iria à escola.

A moça não é feliz no mundo real, ela encontra alegria apenas quando está lendo um de seus livros. Ela está apaixonada, mas sabe que não tem a menor chance.

Segredos do passado e um homem desconhecido podem causar uma reviravolta na vida de Linna. Será que ela vai conseguir superar o bullying? Será que aquele homem estranho vai trazer ainda mais problemas para ela e para sua mãe que já tem preocupações demais?

Minha opinião
A escrita da Liliana é maravilhosa, ela tem uma escrita poética e consegue criar histórias maravilhosas.

quinta-feira, 25 de abril de 2019

Resenha - Ilhadas

Resenha por: Sérgio Fragoso

Título: Ilhadas
Autor(a): Denis Lenzi
Gênero: Suspense/mistério
Páginas: 85
Ano:2018
Compre: Amazon
Adicione: Skoob
Nota: 📕📕📕📕📕
Sinopse:
Telma não tinha alternativa quando viu que ficaria ilhada pela enchente e havia somente dois únicos moradores no prédio: a síndica e o policial aposentado. A maioria dos moradores saiu para abrigar-se em outro lugar e ela tinha que ficar no apartamento por um bom motivo: cuidar da sua irmã mais velha, Lorena, que foi acometida pela Síndrome de Cotard, uma doença mental que faz a pessoa pensar que está morta, depois de sofrer violência física e psicológica nas mãos do seu marido, Klaus, um homem violento e perigoso que tentou atentar a sua vida dois anos atrás. Agora, o ex-marido encontrou uma forma de entrar no prédio. Sua intenção: matá-las.
Como Telma fará para proteger-se, além da sua irmã, em um prédio ilhado, sem energia, sem telefone e sem contato com a polícia?

O livro
Uma enchente inesperada e Telma fica ilhada junto de sua irmã que sofre e uma doença mental. No prédio restam apenas as duas moradoras e mais alguém responsável pelo prédio. Não existe como fugir dali e nem pedir socorro, pois toda a comunicação foi cortada, assim como a energia elétrica.
Não demora muito tempo para que Telma comece a ouvir passos e até mesmo ver o vulto de uma pessoa que ela não conseguiu identificar. Ele acredita que o ex-marido da irmã pode ter voltado para se vingar das duas.

É então que assassinatos acontecem e Telma se vê frente a frente com seu algoz, mas aquilo tudo realmente aconteceu, ou é apenas fruto da imaginação de Telma?

Leia e tente decifrar tirando as suas próprias conclusões.

Sobre o livro
Quando estamos lendo é possível acreditar que tudo é verdade, mas depois já não se sabe mais o que é real ou ilusão. Interessante a maneira como a autora trabalhou a escrita. Apenas precisa arrumar alguns erros no texto. Também poderia ser trabalhado de maneira que fosse transformado em um livro mais extenso.

quarta-feira, 24 de abril de 2019

Resenha - Assassinato no beco

Resenha por: Sérgio Fragoso

Título: Assassinato no beco
Autor(a): Agatha Christie
Gênero: Policial
Páginas: 225
Ano: 1987
Editora: Record
Adicione: Skoob
Nota: 📕📕📕📕📕
Sinopse:
Como uma mulher poderia segurar um revólver com a mão direita e, ao mesmo tempo, conseguir atirar na própria têmpora esquerda? Que relação haveria entre a visão de um fantasma e o desaparecimento de planos militares ultra-secretos? Como a bala que matou Sir Gervase pôde estilhaçar um espelho que ficava do outro lado do quarto? E quem destruiu o ´eterno triângulo amoroso´ que envolvia a famosa beldade Valentine Chantry? Hercule Poirot está diante de quatro casos misteriosos - cada um deles é um clássico em miniatura, tanto pelas caracterizações e incidentes quanto pelo suspense.
Contos: Assassinato no beco, O roubo inacreditável, O espelho do morto, Triângulo de Rodes.
O livro
O nome deste livro é apenas o título de um dos quatro contos que compõem a obra e nenhum deles tem relação entre si. Este é o primeiro livro que eu leio da Agatha Christie, portanto ainda não conhecia os métodos do famoso detetive Poirot.
Em uma época onde os métodos investigativos ainda eram muito pouco sofisticados era preciso muito mais do que provas para saber quem era o culpado por algum crime. Poirot com toda a sua genialidade não precisa de muita coisa para desvendar os mistérios. Basta que ele analise a cena do crime para saber que aquilo que parece que aconteceu é totalmente diferente da realidade.
O detetive consegue ver muito além, um simples objeto fora de lugar, a posição de um corpo, uma porta fechada. Tudo se transforma em pistas e além disso, Poirot também analisa o comportamento de todos que estão próximos da cena do crime ou que tiveram algum contato com a vítima.

Assim rapidamente todos os crimes e mistérios são resolvidos. Mesmo quando uma morte parece suicídio e todos acreditam nisso, Poirot não se deixa enganar e coloca toda a sua genialidade em ação.

terça-feira, 16 de abril de 2019

Resenha - A próxima porta

Resenha por: Sérgio Fragoso

Título: A próxima porta
Autor(a): Blake Pierce
Gênero: Suspense
Páginas: 201
Ano: 2018
Compre: Amazon
Adicione: Skoob
Nota: 📕📕📕📕📕

Sinopse
Chloe sente que a vida está finalmente perfeita quando volta para sua cidade natal, em uma nova casa, com seu noivo. Sua carreira no FBI parece promissora, e seu casamento está por vir.

Mas ela aprende que nem tudo é o que parece. Chloe comece a enxergar o outro lado – as fofocas, os segredos – as mentiras – e acaba encontrando-se caçada por seus próprios demônios: a morte misteriosa de sua mãe, quando ela tinha 10 anos, e a prisão de seu pai.

Quando um corpo é encontrado morto, Chloe logo percebe que seu passado, em sua pequena cidade, pode ser a chave para desvendar os dois crimes.

Um suspense psicológico repleto de emoção com personagens robustos, em um ambiente de cidade pequena e que acelera o coração. A PRÓXIMA PORTA é o livro 1 de uma nova série fascinante, que o fará ler páginas e páginas noite adentro.

O livro
Este é o quinto livro que eu leio do autor. Ele é bem diferente dos anteriores, pois não existe um serial killer em ação, mas sim um mistério por trás de um possível crime do passado.

Chloe sofre com as lembranças do passado, não conseguiu superar a morte da mãe quando ela tinha apenas dez anos de idade. Hoje com vinte e sete anos ela é quase uma agente do FBI e depois de muitos anos volta a morar na mesma cidade onde vivia quando tudo aconteceu.

Na pequena cidade também vive a sua irmã gemêa que também sofre com o passado. Ao contrário de Chloe, Danielle não tem seguido por caminhos bons e costuma se envolver em encrencas com muita frequência. Além disso, o namorado de Chloe não vai muito com a cara dela.

A vida das duas tinha tudo para dar certo na cidade pacata, mas algo de muito terrível acontece e tudo começa a desmoronar como um castelo de areia atingido pela água do mar. Chloe terá que tomar muitas decisões que vão prejudicar fortemente a sua vida, mas ela tem certeza de que vai fazer a coisa certa. No entanto, Chloe terá muito trabalho para provar que estava certa.

Minha opinião
Entre todos os livros dele, este é o que encontrei menos erros. Não foi publicado por uma editora, então é algo que ainda pode ser melhorado. Gosto do estilo do autor, ele trabalhou bem esse mistério e prende o leitor até o final do livro.

sexta-feira, 22 de março de 2019

Resenha - Sob a luz dos seus olhos

Resenha por: Sérgio Fragoso
Título: Sob a luz dos seus olhos
Autor(a): Chris Melo
Gênero: Romance
Páginas: 284
Ano: 2016
Compre: Amazon
Editora: Fábrica231
Nota 📕📕📕📕📕
Sinopse: Elisa embarca para a Inglaterra decidida a começar sua vida adulta. Leva na bagagem todos os seus planos para o futuro, sua sede por conhecimento e o desejo de trilhar os primeiros passos de sua almejada carreira como editora.
Paul vive intensamente cada hora de sua vida. Ele gosta de pegar a estrada, conhecer pessoas e segue tentando provar o seu valor como ator. Seus amigos são sua única companhia para não desistir de sua carreira e futuro.
Poderia ser apenas um encontro casual entre dois jovens tentando achar o seu lugar no mundo, mas Paul e Elisa embarcam em uma profunda jornada rumo ao desconhecido. Eles se descobrem no sublime encontro de duas almas. Percorrem um longo caminho de autoconhecimento, superação, dor, perdão e recomeços. Esta é uma história para corações fortes, e para os que acreditam intensamente no poder do amor.

O livro
O livro é perfeito. Conta a história da Elisa, uma jovem que viaja para a Europa para fazer estágio em uma editora e acaba conhecendo o grande amor da vida dela. Agora ela precisa decidir se continuará na Europa ou retornará ao Brasil conforme havia prometido para sua família. As coisas não saem conforme ela planejou e precisará retornar ao Brasil e deixar de lado seus sonhos e lutar pela própria vida. Quando tudo parecia ter finalmente dado certo o destino mais uma vez pregou uma peça em Elisa que precisará ser forte para enfrentar todas as consequências de ter escolhido viver aquele grande amor.

Uma linda história de amor.

sábado, 16 de março de 2019

Resenha - O perfume

Resenha por: Sérgio Fragoso

Título: O perfume: a história de um assassino
Autor(a): Patrick Süskind
Gênero: Suspense e mistério
Páginas: 254

Ano: 1985
Editora Record
Compre: Amazon
Adicione: Skoob
Nota: 📕📕📕📕

Sinopse: França, século XVIII. O recém-nascido Jean-Baptiste Grenouille é abandonado pela mãe junto a restos de peixes em um mercado parisiense. Rejeitado também pela natureza, que lhe negou o direito de exalar o cheiro característico dos seres humanos, pelas amas-de-leite e por instituições religiosas, o menino Grenouille cresce sobrevivendo ao repúdio, a acidentes e doenças. Ainda jovem descobre ser dotado de imensa sensibilidade olfativa e parte em busca da essência perfeita, do perfume que lhe falta para seduzir e dominar qualquer pessoa. Nessa busca obsessiva, ele usurpa a essência dos corpos de suas vítimas.

O livro

Século XVIII, Grenouille nasce em meio a tripas e peixes podres e é deixado ali por sua mãe para que morra igual aos seus irmãos. Mas desde o nascimento, Grenouille luta com todas as suas forças para sobreviver e por causa de seu choro ele é encontrado e resgatado. Sua mãe é condenada à morte e ele passa a viver sendo jogado de um lado para o outro, pois a sua sina era ser rejeitado por todos, talvez porque ele não tinha cheiro algum. Ele passa a viver com pessoas que exploram o seu trabalho e o humilham. Mas Grenouille não se importa nem um pouco com isso.

Quando ele conhece um dos perfumistas mais famosos de Paris e passa a ser seu assistente, é ali que ele encontra a sua verdadeira vocação. Com sua principal habilidade ele ajuda o homem a enriquecer e não se importa em ser explorado e deixar que o sujeito leve todos os créditos pelos perfumes que ele cria. O que Grenouille realmente quer é usar o seu principal dom, sua sensibilidade olfativa e aprimorar as técnicas de extração de perfumes para conseguir criar o melhor de todos os perfumes.

Grenouille é libertado para seguir seu caminho depois que o homem se apropriou da maior quantia de fragrâncias possíveis. Ele agora vai em busca de conhecer a técnica que ele ainda desconhece. Depois de praticar muitas e muitas vezes, finalmente ele está preparado para começar a extração do perfume. Quem provém as essências são jovens moças, donzelas e belas, mas para que ele possa extrair o perfume sem qualquer interferência, ele terá que matar uma a uma.

Minha opinião sobre o livro
A edição que li foi a primeira publicada no Brasil e não a da capa acima, mas acredito que não houveram alterações. Dou nota 4 por achar que o autor enrolou muito em pontos que não são importantes para o enredo e entendimento da história e depois matou 24 moças em apenas um capítulo sem descrever um único crime.

Apesar da história se passar no século XVIII, ela tem elementos que fogem completamente da realidade. Um assassino que consegue sentir o cheiro de sua vítima a dois quilômetros de distância e uma orgia em praça pública com dez mil participantes. Fora isso a história é muito bem trabalhada, revela toda a podridão da humanidade e a busca incessante pela perfeição, luxuria, riqueza, egoísmo, tudo o que nos leva para um final terrível.

terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Resenha - Razão para matar


Resenha por: Sérgio Fragoso

Título: Razão para matar
Autor(a): Blake Pierce
Gênero: Suspense
Páginas: 222
Ano: 2016
Compre: Amazon
Adicione: Skoob
Nota: 📕📕📕📕

Sinopse
A detetive de homicídios Avery Black passou por muitos problemas. Uma vez considerada uma advogada criminal das melhores, ela caiu em desgraça quando conseguiu libertar um brilhante professor de Harvard e o viu cometer outro assassinato em seguida. Black perdeu seu marido e sua filha, e viu sua vida desmoronar sob seus olhos.

Tentando se redimir, Avery passou para o outro lado da lei. Trabalhando duro, ela se tornou Detetive de Homicídios, para desgosto de seus colegas de trabalho, que ainda lembram do que ela fez e, por isso, sempre a odiarão.

Mesmo assim, eles não podem negar que Avery tem uma mente brilhante, e quando um serial killer perturbador começa a espalhar medo pelo coração de Boston, matando garotas dos colégios de elite, é com Black que eles contam. É a chance de Avery para provar sua redenção. No entanto, ela vai descobrir em breve que o assassino em seu caminho é tão brilhante e ousado quanto ela.

Nesse jogo psicológico de gato e rato, mulheres estão morrendo com pistas misteriosas, e os riscos não poderiam ser maiores. Uma corrida frenética contra o tempo leva Avery a uma série de reviravoltas chocantes e inesperadas, que culminam em um climax que nem Black poderia imaginar.

Uma história psicológica obscura com um suspense perturbador, RAZÃO PARA MATAR marca a estreia de uma nova série fascinante e de uma nova personagem amada, que o farão ler páginas e páginas noite adentro.

O livro
Avery Black está tentando se redimir de seu passado trágico como advogada. Agora ela está no departamento de homicídios e tem um importante caso em suas mãos. Depois que uma moça universitária é encontrada morta, Avery tem certeza de que existe um serial killer a solta em Boston. As circunstâncias em que o corpo foi encontrado são muito peculiares, a moça está em uma pose sentada em um banco e facilmente seria confundida com alguém que ainda está viva.
Quando o segundo corpo é encontrado suas suspeitas se confirmam, o assassino é um verdadeiro artista e trabalha muito antes de deixar os corpos expostos para que sejam encontrados.
A detetive terá que vencer todas as desconfianças de seus companheiros e também da sociedade que ainda a julga pelo seu passado. Além de tentar desvendar quem é o assassino, Black ainda terá que enfrentar seus problemas pessoais e tentar reconstruir os laços rompidos com sua filha.
Talvez ela tenha que usar de métodos pouco comuns para tentar desvendar este mistério.

Minha opinião
A história é muito boa, mas outra vez a tradução mal feita prejudica a leitura e consequentemente gera avaliações negativas para o autor.

terça-feira, 27 de novembro de 2018

Resenha - Rastro de morte

Resenha por: Sérgio Fragoso

Título: Rastro de morte
Autor(a): Blake Pierce
Gênero: Suspense
Páginas: 318
Ano: 2016
Compre: Amazon
Adicione: Skoob
Nota: 📕📕📕📕

Sinopse

Keri Locke, detetive do Departamento de Pessoas Desaparecidas na Divisão de Homicídios da LAPD, ainda é assombrada pelo rapto de sua própria filha, que foi levada alguns anos antes e nunca mais foi vista. Obcecada em encontrar sua filha, Keri tenta esquecer sua dor da única maneira que conhece: mergulhando nos casos de pessoas desaparecidas em Los Angeles.
Uma ligação rotineira de uma mãe preocupada com uma estudante do ensino médio, desaparecida há apenas duas horas, deveria ser ignorada. Mas algo na voz daquela mãe mexe com Keri, e ela decide investigar.

O que ela descobre é chocante. A filha desaparecida — de um proeminente senador — estava escondendo segredos de todos. Quando as evidências apontam para uma fuga, Keri é afastada do caso. Ainda assim, apesar da pressão de seus superiores, da mídia, apesar de todas as pistas serem frias, a brilhante e obcecada Keri se recusa a desistir. Ela sabe que só tem 48 horas se quiser trazer essa garota de volta com vida.

Um suspense psicológico sombrio com uma trama de tirar o fôlego, RASTRO DE MORTE marca o início de uma emocionante nova série — e de uma personagem muito querida — que lhe deixará com vontade de ler o livro de uma só vez.

O livro

Uma menina de quinze anos desaparece depois de sair do colégio, mas ela foi vista entrando em uma van preta. A polícia acredita que a menina simplesmente está em alguma festa com amigos. A família diz que a filha é exemplar e que nunca fez nada de errado, mas as evidências que a detetive encontra em seu quarto apontam para algo totalmente diferente.

Existem tantos segredos e tantas mentiras que fica até mesmo difícil de entender o que aconteceu. A menina tinha em seu quarto escondida uma carteira de motorista falsa, tinha um namorado muito mais velho do que ela. Apesar da pouca idade ela já transava mais do que muitas mulheres adultas e bebia e consumia drogas escondida.

Tudo isso leva ao próprio pai a acreditar que a menina simplesmente está na farra. Afinal, é difícil não pensar que é apenas isso que está acontecendo.

A detetive não acredita nisso. Após ouvir o namorado, o porteiro da escola, o vendedor de drogas e outras testemunhas, Keri tem certeza de que existe muitas coisas que ainda não foram reveladas. Mesmo contra as ordens de seu chefe ela vai em busca da verdade. Basta saber se ela conseguirá enfrentar seus próprios fantasmas do passado para conseguir salvar a garota.

Minha opinião

A história é muito boa, um enredo bem feito com a criação de personagens bem construídos. Só a tradução que não é perfeita e apresenta vários erros bobos, mas recomendo a leitura.

Resenha - Morte na lua de mel

Resenha por: Sérgio Fragoso
Título: Morte na lua de mel
Autor(a): Jaden Skye
Gênero: Suspense
Páginas: 161
Ano: 2015
Compre: Amazon
Adicione: Skoob
Nota: 📕📕📕📕📕

Sinopse

Na costa acidentada e selvagem do leste de Barbados, Cindy e Clint estão desfrutando a lua de mel dos seus sonhos, quando o paraíso rapidamente se transforma em inferno. Cindy perde seu amado, afogado em um acidente no oceano. A polícia local rapidamente declara tudo como um acidente, insistindo que seu marido fora pego por uma correnteza súbita. Mas Cindy, completamente sozinha, não está convencida.

Cindy deve retornar a sua casa em Nova York, agora vazia, e enfrentar seus sogros, que nunca quiseram que Clint se casasse com ela e que fizeram de tudo para tornar seu noivado e casamento um inferno. Ela precisa enfrentar todas essas calúnias, fofocas e acusações não ditas, enquanto tenta lidar com seu próprio sofrimento e ter clareza sobre o que realmente aconteceu com Clint.

Cindy recebe pelo correio uma foto anônima de uma mulher que ela nunca conheceu, endereçada a Clint. Enquanto Cindy tenta desvendar a misteriosa fotografia, ela investiga mais fundo os e-mails e arquivos de seu marido e percebe quantos segredos ele havia escondido em seu passado. Ela percebe que não conhecia de verdade o homem que amava. E se dá conta de que Clint fora assassinado.
Ela vai mais fundo, descobrindo tudo sobre a grande empresa de Clint, a DGB oil e, ao descobrir informações que não deveria, ela vai longe demais. Logo, sua própria vida está em perigo. Na corrida, ela percebe que a única maneira de obter respostas e salvar sua própria vida é voltar para onde tudo começou: Barbados. Enquanto ela se dirige ao lado obscuro da ilha, no coração das aldeias locais, ela fica chocada ao descobrir o que realmente aconteceu com seu marido em sua lua de mel.
Mas, a essa altura, pode ser tarde demais.

O livro
Como vocês podem ver acima, a sinopse do livro é praticamente uma resenha inteira. Ficou pouca coisa sem falar do que realmente acontece no livro. Neste caso se eu acrescentar algo vai estragar o que ainda resta de surpresa. Então vou falar do que achei realmente do livro.
O livro trata de um possível crime que aconteceu durante a lua de Mel de Cindy e Clint. Tudo foi resolvido rapidamente e a morte do marido dela foi considerada apenas um acidente. A polícia encerrou o caso, mas Cindy não está satisfeita com esse desfecho.
Não existe nenhum detetive envolvido no caso. Cindy vai sozinha em busca de respostas como uma verdadeira detetive. E pode acreditar que ela não desaponta nenhum pouco e até recebe um convite para trabalhar em um novo caso.
O livro não é muito extenso, mas em compensação é bem intenso. Li rapidamente para saber o que ia acontecer e confesso que gostei muito da história. Recomendo com certeza.