quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Resenha - Antes que ele mate

Resenha por: Sérgio Fragoso
Título: Sem pistas
Autor(a): Blake Pierce
Gênero: Suspense
Páginas:210
Ano: 2016
Compre: Amazon
Adicione: Skoob
Nota: 📕📕📕📕

Sinopse: Nos milharais de Nebraska uma mulher é encontrada assassinada, pendurada em um poste de madeira, vítima de um assassino demente. Não é preciso muito tempo para que a polícia perceba que um serial killer está à solta—e que sua diversão está apenas no começo.

A Detetive Mackenzie White, jovem, durona, e mais inteligente do que os homens machistas e velhos da sua força local, é chamada a contragosto, para ajudar a resolver o caso. Por mais que os outros oficiais odeiem admitir isso, eles precisam de sua mente jovem, brilhante, que já ajudou a resolver casos arquivados que os deixaram perplexos. No entanto, mesmo para Mackenzie este novo caso parece um enigma impossível, algo que ela—e a força local— nunca viram em tempo algum.

Com o FBI no caso, juntos, dá-se prosseguimento à uma caçada intensa. Mackenzie, sofrendo com seu passado triste, seus relacionamentos fracassados, e sua inegável atração pelo novo agente do FBI, encontra-se lutando contra os seus próprios demônios enquanto a caça ao assassino a leva para os lugares mais sombrios de sua mente. Quando ela investiga a mente do assassino, obcecada por sua psicologia distorcida, ela descobre que o mal realmente existe. E apenas espera que não seja tarde demais para livrar-se dele, já que toda a sua vida está desmoronando ao seu redor.

À medida que mais corpos aparecem e começa uma corrida frenética contra o tempo, não há nenhuma opção a não ser encontrá-lo antes que ele mate novamente.

Um thriller psicológico sombrio com um nível de suspense que acelera o coração, ANTES QUE ELE MATE marca a estreia de uma nova série fascinante—e uma querida nova personagem—que farão você virar páginas até tarde da noite.

O livro
Detetive Mackenzie está com um caso muito difícil em suas mãos. Mulheres são encontradas mortas amarradas a postes de madeira, as mulheres estão seminuas e a posição que estão lembram em muito o ritual de crucificação.
Existe uma pista e a detetive precisa descobrir do que se trata para que possa encontrar o assassino. A medida que o tempo passa a lista de mulheres mortas só aumenta e não existe nenhum suspeito.
Mackenzie precisará não somente descobrir quem é o assassino, mas também enfrentar o preconceito de seus companheiros na polícia e o fracasso de seu relacionamento amoroso.

Minha opinião
Este é o segundo livro que leio do autor. As histórias realmente são muito boas e pretendo ler outros livros. O único problema é que ao que aparenta as traduções não foram bem feitas e existem muitos erros que atrapalham a leitura. Fora isso achei que a detetive cometeu alguns erros bobos durante a investigação.








quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Resenha - Sem pistas

Resenha por: Sérgio Fragoso
Título: Sem pistas
Autor(a):Blake Pierce
Gênero: Suspense
Páginas:241
Ano: 2016
Compre: Amazon
Adicione: Skoob
Nota: 📕📕📕📕
Sinopse
Mulheres aparecem mortas nos arredores rurais de Virgínia , assassinadas de formas grotescas e, quando o FBI é chamado , eles ficam perplexos . Um assassino em série está à solta, seus atos são cada vez mais frequentes, e eles sabem que há apenas uma agente boa o suficiente para resolver este caso: a agente especial Riley Paige .

Riley encontra-se afastada do trabalho, recuperando-se de seu encontro com o último assassino em série. Frágil do jeito que está, o FBI se vê relutante em pedir ajuda à sua mente brilhante. No entanto, Riley, precisando lutar contra seus próprios demônios, entra no caso e sua investigação a leva à perturbadora subcultura de colecionadores de bonecas, a casas de famílias desfeitas e aos lugares mais sombrios da mente do assassino. À medida que Riley decifra os mistérios, ela percebe que está prestes a encontrar o assassino mais perverso que poderia ter imaginado. Em uma corrida frenética contra o tempo, Riley se vê pressionada ao limite; seu trabalho encontra-se em jogo; sua própria família, em perigo e sua frágil psique à beira de um colapso nervoso.

Mesmo assim, uma vez que Riley Paige assume um caso, ela não desiste. Ela fica obcecada pela investigação, levando-a para os cantos mais escuros de sua própria mente, a divisa entre caça e caçador se confundem. Após uma série de reviravoltas inesperadas, seus instintos a levam a um clímax chocante que nem mesmo ela poderia ter imaginado.

Um thriller psicológico sombrio e com suspense de tirar o fôlego, SEM PISTAS marca a estreia de uma fascinante nova série - e um novo personagem amado - que o deixará virando as páginas até tarde da noite.

O livro
Logo nas primeiras páginas percebe-se que será um daqueles livros que vão deixar você com vontade de descobrir o que virá pela frente e neste caso descobrir quem é o assassino.
Existe um assassino em série a solta. Duas mulheres foram encontradas mortas em uma situação terrível. Seus corpos estavam nus, sentados e enfeitados como se fossem bonecas. A polícia não tem qualquer pista sobre o assassino e não consegue ver nenhuma ligação entre as mulheres assassinadas.
Riley Paige agente do FBI é a única capaz de desvendar aquele caso, mas está em recuperação desde seu último caso quando se viu nas mãos de um psicopata. Apesar de estar abalada e enfrentando problemas familiares ela acaba entrando no caso.
Riley descobre novas evidências na cena do último crime e tem uma linha de investigação a seguir. Seu novo chefe não é confiável e quer seguir uma linha de investigação diferente das teorias de Riley. Mas durante as investigações uma nova mulher é capturada pelo maníaco.

Alguém com poderes e influência sobre a polícia acaba a tirando do caso por achar que Riley está seguindo o rumo errado.
A detetive não se abala com a situação e vai em busca de mais provas por conta própria.
Agora ela precisa correr contra o tempo para provar que estava certa e tentar salvar a vida daquela mulher e de outras que também correm perigo de vida.

Não vou prolongar a resenha para não revelar o suspense existente no livro.
Minha opinião sobre o livro
A história é realmente incrível, muito bem planejada e deixa o leitor com vontade de saber o que vai acontecer a cada nova virada de página. A detetive é extremamente eficiente ao conseguir entrar na mente do assassino para saber como foi que ele cometeu os crimes, por outro lado ela também comete alguns erros bobos.
Não vou dar a nota máxima para o livro pelo simples motivo de ter sido traduzido de maneira muito ruim. Não sei se foi alguém com conhecimento de nossa língua, pois os erros são muitos e até prejudicam a leitura.


quinta-feira, 19 de julho de 2018

Resenha - Uma curva na estrada

Resenha por: Sérgio Fragoso
Título: Uma curva na estrada
Autor(a): Nicholas Sparks
Gênero: Romance
Páginas:304
Ano: 2013
Editora: Arqueiro
Compre: Amazon
Adicione: Skoob
Nota: 📕📕📕📕📕

Sinopse:
A vida do subxerife Miles Ryan parecia ter chegado ao fim no dia em que sua esposa morreu. Missy tinha sido seu primeiro amor, a namorada de escola que se tornara a companheira de todos os momentos, a mulher sensual que se mostrara uma mãe carinhosa. Uma noite Missy saiu para correr e não voltou. Tinha sido atropelada numa rua perto de casa. As investigações da polícia nada revelaram. Para Miles, esse fato é duplamente doloroso: além de enfrentar o sofrimento de perder a esposa, ele se culpa por não ter descoberto o motorista que a atropelou e fugiu sem prestar socorro. Dois anos depois, ele ainda anseia levar o criminoso à justiça. É quando conhece Sarah Andrews. Professora de seu filho, Jonah, ela se mudou de Baltimore para New Bern na expectativa de refazer sua vida após o divórcio. Sarah logo percebe a tristeza nos olhos do aluno e, em seguida, nos do pai dele. Sarah e Miles começam a se aproximar e, em pouco tempo, estão rindo juntos e apaixonados. Mas nenhum dos dois tem ideia de que um segredo os une e os obrigará a tomar uma decisão difícil, que pode mudar suas vidas para sempre. Em Uma curva na estrada, Nicholas Sparks escreve com incrível intensidade sobre as difíceis reviravoltas da vida e sua incomparável doçura. Um livro sobre as imperfeições do ser humano, os erros que todos cometemos e a alegria que experimentamos quando nos permitimos amar.

O livro
Perder a mulher que foi seu primeiro amor, a mãe de seu filho, de uma maneira trágica e ainda não saber quem foi que a atropelou. Isso é algo que Miles não conseguiu assimilar. Ela simplesmente saiu para caminhar e nunca mais voltou com vida. Miles trabalha na polícia, é subxerife, mas nem por isso a investigação ganhou os rumos que ele esperava. Nenhum suspeito. Apesar disso, o sonho de Miles é de que o culpado seja preso e pague pelo crime que cometeu.

Seu filho se chama Jonah, ele também sente a falta da mãe. A tristeza está estampada em seus olhos. Dois anos se passaram e a vida dos dois ainda está abalada pela perda da mulher e mãe.


Sarah é a professora de Jonah, ela percebe que o menina anda muito triste. Embora ela também esteja, seu casamento acabou depois que ela descobriu que não podia ter filhos. Mudar para New Bern foi a saída. Sarah pede para falar com Miles para saber o que está acontecendo com o menino. É neste momento que algo diferente começa a surgir entre os dois. Dois corações feridos, de maneiras distintas, a aproximação dos dois se torna inevitável.

"Pela mudança imediata de expressão no rosto dela, Miles percebeu na hora que a professora já ouvira falar sobre Missy. Mas Sarah não comentou nada."

Jonah está feliz pela possibilidade de ter uma nova mãe, Miles também ganhou um novo sentido para a sua vida. Mas quando ele descobre os segredos do passado toda aquela alegria poderá se perder.

Será que ambos conseguirão enfrentar a realidade e aceitar que tudo aconteceu sem premeditação?

Minha opinião sobre o livro
Este foi o primeiro livro que li do Nicholas Sparks, confesso que adorei a escrita dele. Ele consegue colocar emoção nas palavras e faz você sentir na pele aquilo que os personagens estão vivendo.
Pretendo ler muitos outros títulos do autor. 

quarta-feira, 4 de julho de 2018

Resenha - Minha resiliência

Resenha por: Sérgio Fragoso 

Título: Minha resiliência
Autor(a): Thaisa Lima
Gênero: Romance
Páginas: 409
Ano: 2018
Compre: Amazon
Editora: Independente
Adicione no Skoob
Nota: 📕📕📕📕📕
 
Sinopse
Maria Clara é uma mulher marcada por seu passado. Um passado complicado que a jogou num universo sombrio e depressivo. Ela vive seus dias sem saber o que é esperança, imersa numa depressão profunda, usando uma máscara de "pessoa feliz" para disfarçar sua dor. Apesar de todo seu sofrimento, Maria Clara se reergueu e hoje é uma blogueira e youtuber de sucesso, conquistando fãs a cada dia.
Sem acreditar mais no amor e na felicidade, a vida lhe faz uma surpresa e apresenta Otávio, um homem que muda drasticamente a sua história. Será que Otávio finalmente trará a felicidade e vontade de viver que se perderam um dia? Ou será que ele irá destruir ainda mais os sonhos de Clara?
 
O livro
Maria Clara teve um passado muito difícil no amor. Ela sofreu muito no relacionamento que tinha e acabou saindo dele sentindo como se um pedaço de seu corpo tivesse sido arrancado.
Apesar de tudo ela conseguiu superar em parte seus traumas graças principalmente ao seu canal no YouTube e ao blog literário que acabou se transformando em um sucesso. Ela vive com o pai, seus cachorros e Lúcia que é amiga da família e ajuda com as coisas da casa.

Maria Clara acaba conhecendo Otávio, um homem encantador que faz ela redescobrir a alegria de viver. Juntos eles vivem um sonho de amor, mas Otávio ainda é casado e tem um filho adolescente. A esposa dele faz chantagem e Otávio fica abalado com medo de perder o amor do filho. Ele diz que vai resolver esta questão e voltará em breve deixando Maria Clara desolada.
 
"O que aconteceu, Otávio? Você está me assustando. - Ele segura meu queixo com a mão, me olha com um olhar muito triste e consigo enxergar sua dor no fundo de seus olhos".

Tudo parece dar errado. Maria Clara vai visitar sua mãe depois de muito tempo e a encontra com a saúde muito fragilizada. Ela acredita que pode ser uma simples anemia, mas o diagnóstico será mais cruel do que ela imagina.

Depois de tantas desilusões e golpes que a vida lhe deu, novamente Maria Clara entra em depressão.
Será que desta vez ela conseguirá sair dessa e viver feliz novamente?
O que acontecerá com sua mãe? Otávio será apenas mais um traste em sua vida?

Minha opinião sobre o livro
Se prepare para viver fortes emoções. Momentos de alegria e momentos de tristeza. O livro é baseado em alguns fatos reais e isso dá um toque especial para a narração, pois a autora coloca nas palavras a emoção das coisas que vivenciou.
A escrita da Thaisa é ótima. É um livro que me surpreendeu muito. Recomendo a leitura para todos que querem conhecer um pouco mais sobre a depressão e ainda conhecer uma linda história de amor.

segunda-feira, 25 de junho de 2018

Resenha - Ellen: um conto de fadas moderno

Resenha por: Sérgio Fragoso
Título: Ellen: um conto de fadas moderno
Autor(a): Tania Giovanelli
Gênero: Fantasia
Páginas: 118
Ano: 2018
Compre: Amazon
Nota 📕📕📕📕📕

Sinopse
Prestes a completar 18 anos, Ellen descobre porque sempre foi proibida de sair de casa e conhecer novas pessoas: ela é amaldiçoada. Ansiando pela liberdade nunca experimentada ela parte em uma jornada para descobrir como quebrar essa maldição e ser livre de uma vez por todas.
Uma história cheia de magia, aventuras, coragem e amor!

O livro
Ellen está prestes a completar 18 e nunca saiu de sua casa porque seus pais não deixavam. Ela então acaba descobrindo o motivo de seus pais não deixarem ela sair de casa. A moça foi enfeitiçada, ou amaldiçoada por uma bruxa. Na verdade, seus pais nem sabem ao certo se isso é verdade, pois a maldição só terá efeito depois que Ellen completar dezoito anos. Para protegê-la de algo terrível que Ellen poderia vivenciar depois da maldição, seus pais impediram-na de conhecer o mundo fora de sua casa.
 
"Ellen, nós temos uma coisa para te contar, e precisamos te avisar, sobre o que pode acontecer com você"

Ellen não acredita que essa maldição realmente pode ser verdade e convence seus pais a dar uma grande festa para comemorar seu aniversário e convidar todas as pessoas da vizinhança. Mesmo contrariados seus pais acabam aceitando e algo de muito terrível acaba acontecendo. Agora Ellen está amaldiçoada, mas mesmo assim não se conforma com aquilo.

A moça vai em busca da verdade e quer a qualquer custo descobrir por que aquilo aconteceu e também uma maneira de quebrar a maldição. Ela vai em busca da verdade, nada será capaz de detê-la.

Minha opinião sobre o livro
Um conto de fadas gostoso de se ler. Uma trama bem planejada e num conto de fadas com mistério. Sem falar que a capa é linda.

terça-feira, 29 de maio de 2018

Resenha - 79 Park Avenue

Resenha por: Sérgio Fragoso
Título: 79 Park Avenue
Autor(a): Harold Hobbins
Gênero: Romance
Páginas:291
Ano: 1988
Editora: Círculo doLivro
Adicione: Skoob
Nota: 📕📕📕📕📕 
Sinopse:
Uma investigação sobre a elegante agência de modelos na Park Avenue, em Nova York, revela que por trás daquela fachada, lindas jovens eram levadas à prostituição e exploradas por um sindicato de gangsters. Na direção da agência está Maryann Flood, a inesquecível call-girl com um código de ética que a violência do padrasto, o reformatório e a vida na prostituição não haviam transformado num ser humano de segunda classe. Levada ao banco dos réus no Tribunal do Júri, Maryann vive uma estranha contradição: deseja sucesso à acusação, pois Mike Keyes, o Promotor, foi o único homem a quem amou em toda vida
O livro
O livro começa a ser contado através do julgamento de Maryann Flood que está nos bancos dos réus acusada de prostituição e outros crimes relacionados a atividade. Logo em seguida o autor começa a contar tudo o que aconteceu durante a vida dela até chegar aquele momento.

Maryann ou simplesmente Marja vivia com sua mãe, seu padrasto e seu irmãozinho desde que seu pai se acidentou e acabou morrendo durante o trabalho. A moça gostava do tio Peter como amigo de seu pai, mas jamais aceitou que ele tentasse ocupar o lugar deixado por seu pai.
Marja era muito bonita e despertava os olhares de todos os homens por onde ela passava, homens de todas as idades lhe ofereciam presentinhos na esperança de que pudessem desfrutar ao menos um pouco daquele corpo. No entanto, apesar de ser chamada de vagabunda e prostituta por seu padrasto, ela ainda continuava virgem. Apesar de namorar Ross, é em Mike que ela vê algo diferente, algo que a atrai completamente.

"Olhei-a bem nos olhos. Havia neles um riso provocante que eu ainda não havia visto em quaisquer outros olhos. Era uma espécie de fogo violento e perigoso que me foi direto a alma". - Mike

Marja terminou os estudo e precisava arrumar um trabalho para ajudar a sustentar a casa, afinal seu padrasto era um imprestável que ficava o dia todo em casa bebendo cerveja, enquanto sua mãe precisa trabalhar todas as noites para sustentar a casa. Logo Marja arranjou um emprego de dançarina o que lhe rendia um bom dinheiro. Frustrada pela desobediência da mãe que não ouviu os conselhos do médico e entrou em outra gravidez de risco, tendo assim que sustentar a casa sozinha e ainda cuidar de seu irmãozinho durante o dia.
Certa noite Peter, seu padrasto estava bêbado e a fim de dar uma lição em Marja a quem ele julgava ser puta. Sua mãe tentou impedir e foi agredida mesmo estando grávida. Em meio a gritos e desnorteada depois de ser agredida pelo marido a quem ela acreditava ser honrado, Kitti acabou passando mal e caindo da escada morrendo em seguida.

Apesar de tudo Marja continuou morando com o padrasto e sustentando a casa, enquanto ele cuidava da criança. Até que em uma das noites em que Mike a esperou na danceteria para acompanhá-la até em casa os dois acabaram se beijando próximo da casa. Seu padrasto fica inconformado por acreditar que todos tem aquele corpo, menos ele. Mais um vez ele está bêbado e vai cometer uma loucura.

"Sentiu que as mãos dele lhe viravam o corpo. Dores fulgurantes percorriam-na toda. Sentiu o corpo oprimido como se um grande peso a amassasse. Por fim, a última e mais aguda das dores lhe explodiu nas virilhas..."

Aquela foi a gota d'água, com uma faca ela retalhou o rosto do padrasto enquanto ele dormia. Foi parar em um reformatório e ficou lá por mais de um ano tendo um filho que ela nem ao menos quis saber qual era o sexo. Quando saiu de lá Mike a esperava, mas ela não acreditava que seria merecedora do seu amor. Mike merecia uma moça pura, não alguém como ela.

Ela começou a ter encontros casuais apenas como acompanhante, mas chegou um dia que ela não teve outra escolha a não ser aceitar sexo em troca de dinheiro finalmente se transformando naquilo o que todos diziam que ela era, uma puta.

Depois de muitos anos ela está novamente frente a frente com Mike, mas agora ela está nos bancos dos réus e ele está do outro lado como testemunha de acusação.
Marja ainda tem um lugar no coração de Mike? Todos os erros que ela cometeu ainda podem ser perdoados pela única pessoa que ela realmente amou na vida?

Minha opinião sobre o livr
Este é um livro para entendermos que as escolhas da vida muitas vezes são reflexos de tudo aquilo que passamos, traumas, frustrações, desilusões, etc.
A escrita de Harold é perfeita, prende a atenção do leitor do início ao fim, consegue transmitir a emoção e realidade através das palavras levando o leitor a fazer parte da história.

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Resenha - Caçada ao Predador

Resenha por: Sérgio Fragoso
Título: Caçada ao predador
Autor(a): James Patterson
Gênero: Romance
Páginas:337
Ano: 2002
Editora: Rocco
Adicione: Skoob
Nota: 📕📕📕📕📕

Sinopse:
Alex Cross, detetive e psicólogo do Departamento de Homicídios da Polícia de Washington, está de volta em Caçada ao predador. Ele é o personagem que celebrizou James Patterson, seu criador, e que foi interpretado no cinema por Morgan Freeman em Beijos que matam e Na teia da aranha. Este é o quinto romance da série de sete títulos protagonizados pelo investigador. Desta vez, Cross está apaixonado pela bela Christine Johnson, com quem pretende se casar e, depois, abandonar sua carreira policial para atender pacientes num consultório particular. Contudo, seus planos são ameaçados quando uma série de assassinatos de prostitutas jovens e negras, cujos corpos são encontrados sem roupa ou identificação, passa a fazer parte da rotina do bairro onde vive, na zona sudeste da capital norte-americana. Mesmo contrariando ordens superiores, Cross, com a ajuda do seu colega John Sampson e de outros policiais, investiga as ocorrências. Intrigados com a ausência de pistas e de um comportamento padrão do serial killer, eles se encontram e agem secretamente na tentativa de solucionar o "caso das fulaninhas", como o grupo apelidou os crimes.Os assassinatos foram cometidos por Geoffrey Shafer, diplomata britânico, ex-agente do serviço secreto, que atua como a Morte num RPG virtual chamado Quatro cavaleiros. A ideia inicial do jogo era criar a mais espantosa fantasia e transmiti-la on line, via internet, aos outros participantes. Mas as regras caem por terra quando o perturbado Shafer, viciado em psicotrópicos, consuma seus instintos homicidas.Christine é sequestrada, e Cross descobre a existência do jogo. Ele relaciona as mortes ao perigo que corre sua noiva, e fará tudo para rever sua companheira com vida e impedir novos ataques.

O livro
Uma série de crimes começam a acontecer na zona sudeste de Washington. Por coincidência é o mesmo bairro onde mora o experiente detetive Alex Cross. A polícia se recusa a levar as investigações a sério, para eles os crimes não passam de queima de arquivo de pessoas que não fazem a menor falta para a sociedade. Além disso, ninguém da polícia acredita que os crimes sejam cometidos pela mesma pessoa. Mas Alex Cross tem certeza absoluta de que existe um serial killer a solta, mesmo que não exista um padrão para os crimes que estão acontecendo. Mulheres comuns, homens comuns, prostitutas, ninguém sabe quem será a próxima vítima.

"Sou a morte - ele sorriu, anunciando: - Vim para buscar você e a belezinha de sua amiga."

O assassino não deixa nenhuma pista na cena do crime, nada além de corpos nus totalmente mutilados, violentados e sem nenhuma identificação. O assassino consegue agir sem levantar nenhuma suspeita.

Alex Cross começa uma investigação particular mesmo contra as ordens de seu superior. Ele fica no encalço do assassino, Geofrrey Shafer, um diplomata britânico que coloca em práticas seu instintos assassinos. A família de Alex Cross corre perigo, sua esposa é sequestrada durante uma viagem de férias. Christine ainda está viva?

"Não quero que se sacrifique por mim. Alex. Por favor, não me transforme na causa de você abandonar o trabalho na polícia. Sei como gosta do que faz. Pelo menos na maior parte do tempo" - disse Christine.

O detetive consegue colocar as mãos no assassino, mas provar que ele é o culpado será uma das tarefas mais difíceis em toda a carreira de Cross. Será que ele conseguirá?


Minha opinião sobre o livro
James Patterson cria um suspense incrível em Caçada ao Predador. Se você está a procura de um serial killer sangrento que mata por prazer e não poupa nem a própria família, então você encontrou o livro certo.
Se prepare para entrar em um jogo onde a morte é o principal objetivo.

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Resenha - Serena

Resenha por: Sérgio Fragoso
Título: Serena
Autor(a): Ron Rash
Gênero: Romance
Páginas:318
Ano: 2015
Editora: Intrínseca
Compre: Amazon
Adicione: Skoob
Nota: 📕📕📕📕📕


Sinopse

Pemberton, um rico madeireiro, e sua esposa, Serena, são um casal ambicioso, determinado a derrubar todas as árvores das montanhas da Carolina do Norte para aumentar sua fortuna durante a Grande Depressão. Mas um projeto de parque nacional ameaça esses planos. Pemberton passa a subornar as pessoas mais influentes para manter sua propriedade e seu poder. Já Serena, sem escrúpulos, recorre a outros argumentos: a força, as armas e a crueldade. Para sustentar o grande império e conseguir o que ambicionam, os dois vão passar por cima de tudo. Até deles próprios. Uma narrativa brilhante, que equilibra beleza e violência, paixão e ódio, impiedade e amor. 

O livro
Pemberton é um rico madeireio que teve um caso com uma moça pobre e acabou a engravidando. O pai da moça exige que ele cumpra seu papel de homem o desafiando para um duelo logo após seu retorno à Carolina do norte ainda na estação de trem. O pai da moça acabou levando a pior.

"Quando levantou as mãos para conferir o estrago, suas entranhas caíram em seu colo, como cordas frouxas, acinzentadas"; "Ergueu a cabeça uma última vez e recostou-a nas tábuas da parede".

A moça ficou desamparada na vida, pois Pemberton já estava comprometido com Serena e os dois tem um império para construir.
Serena é uma mulher forte, de olhar sombrio que não aceita ser desafiada, junto do marido ela irá administrar a Companhia Madeira herdada de seu pai.
Era uma época onde as árvores tinham que ser derrubadas a machados e outras ferramentas manuais, as toras eram transportadas através da ferrovia que acompanhava a derrubada.
A ambição de Serena era mais forte do que qualquer lei ou vida, quem cruzasse seu caminho tentando impedir a derrubada das árvores era eliminado imediatamente do caminho.

"Interessante o seu tiro ter acertado bem no coração. Eu diria que foi um acidente bem peculiar".

Raquel, a moça que esperava um filho de Pemberton ganhou a criança e continuou vivendo no sofrimento para cuidar da criança, enquanto o pai desfrutava do luxo que a madeira oferecia a ele e Serena.

As dificuldades para extrair a madeira eram grandes, mas nada se comparava ao perigo que os trabalhadores encontram escondidos entre os arbustos e próximas das árvores. Cobras mortais que não davam chance de sobrevivência para aqueles que eram picados, outros morriam sendo esmagados por enormes galhos de árvores que caiam em uma direção inesperada.
Para tentar diminuir a morte de trabalhadores Serena consegue arranjar um águia e passa a treiná-la, depois de algum tempo basta apenas um sinal para que a águia mate uma cobra em um ataque certeiro.

Serena está grávida, mas não se sente bem, Pemberton chama um médico que diz que ela tem apenas gazes e que precisa de balas de hortelã. No entanto, o estado dela se complica e Serena acaba perdendo não apenas o bebê, mas também a possibilidade de ter um filho no futuro. O doutor que disse que ela não tinha nada pagará muito caro por isso.

Serena sabe que Raquel ainda está viva e que tem um filho de Pemberton, algo que ela nunca poderá dar. Raquel correr risco de vida.

"Então não resta mais nada a fazer a não ser fugir e se esconder deles - concluir Raquel". 

Será que Serena seria tão cruel a ponto de mandar matar ela e a criança?

Minha opinião sobre o livro
No início achei um pouco chato, mas logo me apeguei a história e li tudo rapidamente com vontade de saber o que iria acontecer.
É um livro onde você não pode confiar em ninguém, e muito menos cruzar o caminho de Serena, pois ela não hesitaria em lhe tirar do caminho.
As cenas são muito bem descritas, o ataque das cobras, a derrubada das árvores, o avanço da linha do trem. A tragédia que recai sobre a maternidade de Serena. Tudo culmina com algo surpreendente que talvez nem o leitor mais audacioso esteja preparado para enfrentar.

 

quinta-feira, 3 de maio de 2018

Resenha - A Herança de Sarah

Resenha por: Sérgio Fragoso
Título: A Herança de Sarah
Autor(a): Tania Giovanelli
Gênero: Mistério/Suspense
Páginas:384
Ano: 2017
Compre: Amazon
Adicione: Skoob
Nota: 📕📕📕📕📕

Sinopse:
Sarah Martinelli sempre foi uma mulher inteligente e bem-sucedida, mas o acidente que vitimou seus pais lhe trouxe pesadelos, angústia e muita solidão. Tudo isso aconteceu, há dois anos, em pleno dia de sua formatura. Algum tempo depois, a jovem advogada recebe uma herança de seu falecido avô, forçando-a a sair da capital mineira e viajar para outro estado. E a sua vida, apesar de agitada e cheia de amigos, toma um rumo diferente e inusitado: um novo amor, apesar dos contratempos a espera. Traumatizada com seu passado amoroso, Sarah será testada pelo destino, precisando ser forte e corajosa. Um romance cheio de aventura e suspense, cuja missão é ficar de olhos e coração bem abertos.

O livro
Sarah é uma mulher bem sucedida e tem um escritório de advocacia. No entanto seu passado é muito triste, pois perdeu os pais em um acidente em pleno dia de sua formatura. A única pessoa que ela tem na vida é o avô, pois o namorado também a traiu e agora ela tem receio de começar um novo relacionamento.

Infelizmente Sarah recebe a notícia de que seu avô faleceu, mas lhe deixou uma herança, só que a moça não sabia que seu avô possuía bens. O advogado responsável por cuidar dos papéis entra em contato com ela e diz que Sarah herdou uma casa, na verdade, uma mansão, mas que a casa fica em uma ilha e ela precisará ir até lá para cuidar dos papéis e decidir o que fazer com o imóvel. Reformar ou vender?

Para chegar até a ilha Sarah precisa pegar um barco, com medo de perder a condução ela sai correndo e acaba tropeçando e caindo dentro do mar. É nesse momento que é salva por alguém. Na verdade, por um homem muito bonito que a encanta no mesmo momento em que os olhares dos dois se encontram. O rapaz se chama Noah e trabalha transportando pessoas que moram e fazem turismo na ilha. Ele se oferece para ajudá-la chegar até a casa e ainda a ajuda com um monte de coisas. Afinal o rapaz está com segundas intenções.

"Que homem mais lindo! Pensei perdida em meus pensamentos. Mal ouvia o que ele falava".

Sarah se surpreende com o tamanho da casa e apesar de abandonado o estado de seu interior não reflete isso. Mesmo sendo muito perigoso Sarah decide passar a noite lá mesmo na casa e não na pousada como sugeriu Noah. Logo na primeira noite começam a acontecer coisas estranhas, mas a moça acha que tudo não passa de impressão de sua cabeça. Devem ser apenas janelas abertas que estão batendo com o vento - pensou ela.

"Não, obrigada, quero ir para a mansão, afinal eu não tenho medo de escuro e nem de ficar sozinha, e o meu celular é uma lanterna, caso eu precise de uma".

No entanto, ela percebe que não é apenas isso. Parece que alguém está dentro da casa. Mas como isso é possível se todas as portas estão bem trancadas?
Para garantir sua segurança Sarah pede a ajuda de Noah que começa a dormir na casa junto com ela para protegê-la, coloca lâmpadas e troca algumas fechaduras, mas tudo isso de nada adianta. Sarah acorda assustada com a impressão de que alguém está passando a mão em seus cabelos, mas ao acender a luz não tem ninguém dentro do quarto.

"Ai meu Deus, tem alguém andando no andar de cima! Pensei quando meu coração quase saltava pela boca. Mal respirava de nervoso. E agora? O que eu faço?"

Agora Sarah tem certeza de que alguém está querendo a assustar, ou melhor, quem está fazendo isso quer a moça só para ele, isso é o que deixam bem claro os bilhetes que ela encontra pela casa. Agora isso já se tornou um caso de polícia. Quem estará na casa?
Sarah está apenas imaginando coisas, ou realmente alguém quer assustá-la e fazer alguma maldade?

Leia o livro e descubra o que irá acontecer nesta casa cheia de suspense e de mistérios. Será que Sarah e Noah acabarão juntos?
Minha opinião sobre o livro 
A história do livro é bastante interessante, a autora conseguiu trabalhar bem as cenas de suspense deixando aquele ar de medo durante a leitura. As cenas mais pesadas apresentadas no livro também conseguem refletir emoção ao leitor.
Apenas acredito que a autora poderia ter trabalhado um pouco mais em determinadas cenas, para aproximá-las um pouco mais da realidade que a história pretendia mostrar.

domingo, 15 de abril de 2018

Resenha - Senhor S.

Resenha por: Sérgio Fragoso 


Título: Senhor S
Autor(a): Thaisa Lima
Gênero:Erótico
Ano: 2018
Compre: Amazon
Editora: independente
Nota: 📕📕📕📕📕
 
Sinopse
Lara é jornalista e trabalha na redação em que S. é o redator chefe. S. é o objeto de desejo sempre presente em suas fantasias e isso já dura muito tempo; porém, Lara nunca teve coragem de expressar seus desejos ao chefe. Sem os impedimentos que existiam antes, será que Lara vai ter coragem de contar à S. o que ela sente?
 
O livro
Lara sente uma atração irresistível por seu chefe "Senhor S.", agora ele está livre e desimpedido, é tudo o que a moça precisava para se atirar nos braços dele.
 
"Comprei uma lingerie especial pensando em S. Ela é branca, de seda com renda. Uma calcinha pequena que valoriza minha bunda."
 
Ela irá se preparar para dar o bote, vai usar uma lingerie sexy e colocar seu plano em prática.
Será que Senhor S. irá resistir ao jogo sedutor de Lara?
 
Minha opinião sobre o livro
Ele é um conto erótico e sendo assim cumpre o seu papel de erotismo. É capaz de despertar a imaginação do leitor. É bem curto, mas bastante intenso.